As pinturas ao vivo e as cores de Irani Tomazella

 
 
 
               Quem passou pelo Espaço Cultural Frans Café Villágio no ultimo sábado (24) reviveu as lembranças mais agradáveis enquanto observava a artista Irani  Tomazella “brincando de pintar”. A delicadeza dos traços, a suavidade e harmonia das cores deixaram a noite chuvosa mais agradável.
 A pintura ao vivo teve o apoio da Associação Brasileira de Arte!

           Eu sou suspeita de falar, mas os olhos atentos não mentem uma só palavra. Até as crianças quiserem fazer essa “brincadeira de pintar”.
O quadro ficou lindo, digno de aplausos quando ela terminou, mas fui contida pela hipnose que o quadro meu causou. É sério! Estava perfeito.

          A sensação de liberdade pelo menos só de vê-la pintar era tão única. Fomos contemplados naquela noite.

Se você não conseguiu ir vê-la não fica triste. Aos pedidos de admiradores dela, Irani junto com a  Associação Brasileira de Arte fará outra pintura ao vivo, mas dessa vez será na Sala de Exposição Portinari.
Então se programe para não perder, que será no dia 30 de Novembro e é o ultimo dia da Exposição da artista.

Na ocasião teremos uma degustação musical com o violonista Marcus Toscano. 

Sobre Irani Tomazella
                Irani Tomazella natural de Sorocaba. Graduou-se em 1986, no curso de Letras pela Universidade de Sorocaba.
               A sua vocação pela arte fora despertada desde a infância; mas foi nos anos 90, que resolve dedicar-se plenamente na arte de pintar. A partir de então, a sua vocação e curiosidade, levou-a manter contato com grandes mestres da cidade, como: Bruno de Giusti, Ettore Marangoni, Ida Santoro e outros. Mas foi observando a maneira espojada de pintar do impressionista Carlos Augusto Cardoso (falecido), que a incentivou a estudar pintura. E assim, como autodidata foi desenvolvendo a sua própria maneira de pintar, aperfeiçoando-se na técnica do espatulado; definindo-a, portanto, como pintora impressionista. A sua preferência estão voltadas a temas como: casarios, marinas, paisagens e flores, explorando sempre os múltiplos efeitos das luzes e sombras.

                Possui um ateliê onde desde o ano de 2000, ministra aulas de pintura para pessoas interessadas e sua técnica, o que permite uma sinergia entre alunos e admiradores da sua arte.
                Em meados dos anos 90, fez parte da Fraternidade dos artistas Plásticos de Sorocaba, junto com o fundador, o Sr. José Rodrigues Del Pino, onde atuou primeiramente como 1º Tesoureira. Desde então, tem participado de várias exposições coletivas e individuais em muitos eventos de pintura ao vivo em Sorocaba e Região.

Sala Portinari
A Sala de Arte Portinari é a primeira sala de exposição credenciada pela ABARTE (Associação Brasileira de Arte), foi fundada por Amilton Soares Junior, que, hoje, a mantêm e dirigem cheios de dinamismo e disposição para compartilhar Cultura.

Um Espaço de Arte climatizado, preparado e organizado em cada detalhe com um “aroma” especial de satisfação em bem servir: um delicioso café e uma assessoria que fornecerá as informações necessárias para que você possa adquirir uma legítima obra de arte.

Em cada exposição você poderá apreciar o que existe de melhor nas manifestações artísticas, nas tendências que fazem sucesso hoje e nas melhores oportunidades de investimentos para seu futuro, pois trabalhamos com artistas catalogados, reconhecidos e premiados no Brasil e também no Exterior.
Nossas referências e indicações estão lastreadas em curadorias e indicadores artísticos que nos permitem apontar também novos talentos para o mercado.
SERVIÇO:
Plein Air: Pintura ao vivo com a artista Irani Tomazella, participação do violonista Marcus Toscano.
Data: 30 de Novembro de 2012
Horário: a partir das 13h
Local: Sala Portinari – Rua Drº. Braguinha, nº 85 – 1º andar – Sala 12
Visitação: Entrada Gratuita.
 
Por Damaris Domingues

Pintura ao vivo com a artista Irani Tomazella

       ¹Preciso reviver, eu bem sei, mesmo que só na lembrança, voltar à minha antiga casa, rever a minha infância e todos os momentos felizes que lá passei. (Clarice Pacheco)

No Sábado (24/11) a artista plástica Irani Tomazella irá fazer uma pintura ao vivo (²Plein Air), às 18h, no Espaço Cultural Frans Café Villágio. O Plein Air tem o apoio cultural da Associação Brasileira de Arte (ABARTE).

Olhar os quadros da artista Irani exposto no mesmo espaço cultural, é sem dúvida, emocionante. Ver suas lembranças expressas na tela, porém, observar o processo de criação de um quadro dela é um momento único de suavidade e delicadeza. A tela branca se transforma em uma doce lembrança. Acompanhar passo a passo essa criação, admirar a intimidade da artista com a sua obra que nasce naquele momento.

Se permita nessa viagem de lembranças. Uma viagem com muitas possibilidades, aprender, conhecer, se apaixonar, crescer. O melhor de tudo é que o que os teus olhos veem, ninguém poder tirar. E o que você vê, acredite e não importa o que digam.

Sobre Irani Tomazella
Irani Tomazella natural de Sorocaba. Graduou-se em 1986, no curso de Letras pela Universidade de Sorocaba.

A sua vocação pela arte fora despertada desde a infância; mas foi nos anos 90, que resolve dedicar-se plenamente na arte de pintar. A partir de então, a sua vocação e curiosidade, levou-a manter contato com grandes mestres da cidade, como: Bruno de Giusti, Ettore Marangoni, Ida Santoro e outros. Mas foi observando a maneira espojada de pintar do impressionista Carlos Augusto Cardoso (falecido), que a incentivou a estudar pintura. E assim, como autodidata foi desenvolvendo a sua própria maneira de pintar, aperfeiçoando-se na técnica do espatulado; definindo-a, portanto, como pintora impressionista. A sua preferência estão voltadas a temas como: casarios, marinas, paisagens e flores, explorando sempre os múltiplos efeitos das luzes e sombras.

Possui um ateliê onde desde o ano de 2000, ministra aulas de pintura para pessoas interessadas e sua técnica, o que permite uma sinergia entre alunos e admiradores da sua arte.

Em meados dos anos 90, fez parte da Fraternidade dos artistas Plásticos de Sorocaba, junto com o fundador, o Sr. José Rodrigues Del Pino, onde atuou primeiramente como 1º Tesoureira. Desde então, tem participado de várias exposições coletivas e individuais em muitos eventos de pintura ao vivo em Sorocaba e Região.

Associação Brasileira de Arte (ABARTE)
Fundada em 14 de Fevereiro de 2009, sua idade não revela a experiência e o cuidado com a qual ela está sendo dirigida e organizada. Empenhada em representar e apoiar seus associados da melhor maneira possível, a ABARTE nutre seus esforços em oferecer um serviço para seus associados que vai desde uma assessoria artística até a realização de um grande evento.
A ABARTE busca parcerias que possam agregar valor, sobretudo moral e intelectual. O valor humano aqui é o nosso principal capital.
Mais informações: www.abarte.com.br

SERVIÇO:
Plein Air: Pintura ao vivo com a artista Irani Tomazella
Data: 24 de Novembro de 2012
Horário: a partir das 18h
Local: Espaço Cultural Frans Café Villágio.
Rua: PIO XII – Shopping Villágio – nº 65 – Santa Rosália – Sorocaba/SP
Visitação: Entrada Gratuita.

 ¹Clarice Pacheco

Clarice Pacheco (1989-2002) foi uma jovem escritora brasileira. Nasceu em Porto Alegre, onde sempre morou. Desde muito pequena adorava ler, os livros foram sua grande paixão. Muito cedo começou a escrever. Também expressava suas ideias através de desenhos. Escreveu poesias, histórias infantis ilustradas por ela mesma, contos e até uma novela juvenil. Apesar da pouca idade, acumulou uma produção literária considerável. Aos treze anos e meio não resistiu a uma cardiopatia grave.
Após sua ausência a família organizou seus escritos em cinco obras póstumas:
Caderno de Poesias;
O Tempo de Cada Um;
Um Dia na Vida;
Um Amor de Cãozinho I – Floquinho;
Um Amor de Cãozinho II – Floquinho e Pluminha.

Fonte: claricepacheco.com

  ²Plein Air é uma expressão francesa que significa ao ar livre ou ao vivo. É usada para descrever o ato de pintar ao ar livre propriamente dito e não mais em estúdios.    

Por Damaris Domingues

A pintura ao vivo e o som que alimenta.

Plein Air Nelson Molina.

Não existe meio mais seguro para fugir do mundo do que a arte, e não há forma mais segura de se unir a ele do que a arte. (Johann Goethe)¹

             Novembro começou colorido e musical na Associação Brasileira de Arte, não poderia ter começado melhor. Reverencio-me aos artistas que estiveram presente no primeiro dia de Novembro.

            Era de emocionar a todos que por aqui passaram. Os sons dos instrumentos transcenderam as paredes da Sala Portinari, alguns vieram até nós, sendo atraídos pelo som que os chamavam e ao chegar à Sala, deparavam-se com o artista Nelson Molina fazendo sua arte com o pincel e com a espátula e com o trio de músicos, que nos deram alimentos para a nossa alma. As artes se “casaram” naquele dia.

   

                                                                                               

             Nada paga aqueles olhos atentos, observando cada passado do artista pintando e os ouvidos aguçados acompanhando cada nota dos instrumentos. Cada um tem seu dom, o dom da musica, o dom de pintar, o dom de reunir talentos no mesmo ambiente, acredito que esse foi o dom da Associação naquele dia. Reuniu vários talentos em um único ambiente.

         Nosso querido agradecimento aos músicos Alexandre Domingues Apolinário (Violino), Luiz Antônio Filho (violoncelo) e Gadiel Ghadji Nakazawa Pinatti (violino)  da Orquestra Jonicler Real, por dedicar algumas horas a esse evento. E nosso agradecimento sincero ao artista plástico Nelson Molina pela sua pintura.

O artista Nelson Molina começou o seu quadro fazendo um esboço com carvão. Carvão é usado desde a antiga Roma, o carvão é fácil de apagar. Como permite eliminar erros, é a opção preferida para esboços. Sua impermanência não importa, já que o desenho será coberto. No caso de uma obra acabada, requer uma camada de fixador.

             A técnica usada é o espatulado. A tinta a óleo em geral é diluída em terebintina ou solvente semelhante (numa água, que não se mistura ao óleo), para que o pincel deslize melhor, facilitando o trabalho. O solvente também faz a pintura secar mais rápido. Porém, a tinta a óleo pode ser usada espessa, sem diluição, na técnica chamada empaste. Embora os velhos mestres costumassem reservar o empaste para criar realces claros e opacos, os pintores modernos utilizam a tinta espessa como recurso em si. Há uma grande variedade de espátulas que se prestam à aplicação do empaste.

 

 Para visuliazar mais fotos, acesse http://www.facebook.com/associacaobrasileiradearte?ref=ts&fref=ts

¹ Johann Wolfgang Von Goethe (28 de Agosto de 1749 em Frankfurt am Main – 22 de Março de 1832 em Weimar). Escritor, cientista e filósofo alemão.  Johann escreveu Poesia, Drama, Novela, Filosofia e Ciências. Eis alguns dos mais importantes escritos:

- Samtliche Werke In Chronologischer Folge, 45 Vols.;
– Metamorfose das Plantas (1790);
– Contribuição para a Ótica (1791);
– Da teoria das Cores (1810);
– Metamorfose dos Animais (1820).

Por Damaris Domingues